Erotismo no novo-velho mundo

O erótico é o domínio da sedução, do imaginário. O pornográfico, o domínio da excitação, dos instintos. No Brasil, o desejo e o prazer ainda são muito relacionados com a transgressão e temos pouca literatura boa nesse gênero. Talvez por isso eu goste tanto das autoras portuguesas que se aventuram nesta área. Em seus textos, o desejo surge quase sempre como um sentimento inadequado, como que a exigir uma certa ousadia para que ele seja vivenciado.

Nasceu e vive em Lisboa Maria Teresa Horta, uma das minhas autoras preferidas. E dela, cito aqui as últimas linhas de um conto (Mônica) que considero incrivelmente sensual :

…Os lençóis enrodilhados ficavam no chão quando saíam para o corredor sujo e escuro, a cheirar a gordura fria, entranhada, de cozinha mal lavada. Mas os dois sentiam somente o odor a orgasmo que levavam na pele, enquanto a contragosto desciam as escadas, tropeçando na boca um do outro.”

(*) A pintura é da americana Georgia O’Keefe (1887-1986), mestre na arte do erotismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s