A chama emprestada

Um dia de cada vez

A vida é uma chama provisória. Uns simplesmente a deixam queimar tranquilamente até se extinguir: um viver sem ousadias ou grandes pulos, mas também sem sobressaltos. Outros têm tantos projetos e sonhos que a assopram buscando aumentar a energia de cada dia. Existem os que mantém a chama encarnada, sempre cuidando de deixar uma reserva para o amanhã. E aqueles que consomem tudo sem se preocupar com o futuro. Mas não importa quando, nem como a deixamos entrar, a idade chega. Velhice é ir se despedindo das coisas, aos poucos. Por que não tem jeito, ser velho é todos os dias. Então, meu bem, melhor é se conformar que o tempo não corre a nosso favor. Parece sempre um rio voltado pro lado de lá. Mas sempre em movimento, é isso o que importa. Um dia de cada vez, aproveitando-se o máximo cada minuto emprestado do infinito.

Anúncios