Participações em feiras

O livro “O Poeta e a foca”, em que conto a façanha de ter sido o primeiro repórter a conseguir uma entrevista com Carlos Drummond de Andrade, em 1975, continua rendendo. Ele está esgotado fisicamente, mas pode ser baixado no celular e ouvido como audiolivro  https://www.tocalivros.com/audiolivro/o-poeta-e-a-foca-nanete-neves-zeza-motta-flavio-costa-pasavento

Esta semana participo da 2ª FliCristina – a Feira do Livro de Cristina (de 6 a 10 de setembro), a acolhedora cidade Imperatriz do sul Minas, onde terei a honra de ser entrevistada por Marcelo Azevedo, também jornalista e secretário de Educação daquela acolhedora cidade. Drummond é o tema do evento este ano que reúne escritores e profissionais do mundo do livro incríveis. Veja a programação:  https://flicristina2017.wixsite.com/flicristina2017/ingressos

E, virando o mês, em 2 de outubro, participo do 8º Salão do Livro de Presidente Prudente que este ano integra as comemorações do centenário daquela grande cidade que é hoje um dos principais polos econômicos, educacionais e culturais do Estado de São Paulo.

Capa O Poeta - baixa

 

 

 

Anúncios

Batendo ponto

Batendo ponto na Livraria da Vila-12-abril 2014Quase um ano depois de lançado, o nosso Batendo ponto continua bombando e exposto em destaque na Livraria da Vila da Fradique ao lado do Nossos ossos, o excelente romance do Marcelino Freire

Batendo ponto, uma colherada de humor na hora do cafezinho (Editora Novo Século) é uma coletânea de mini e microcontos de ficção que se passam no universo corporativo, assinados por mim mais os mestres Nelson de Oliveira e Marcelino Freire à venda pelo site das maiores livrarias.

Aqui, três pitacos do livro:

“De que adiantava falar tantas línguas se não ouvia ninguém” (Marcelino Freire)

“Esperta, a treinee encurtou caminho ao abraçar o mundo com as pernas” (Nanete Neves)

Dez conselhos para manter os colegas longe de sua mesa de trabalho: 1) Grasne feito um ganso no cio toda vez que receber um e-mail./ 2) Sempre que falarem determinada palavra – sinergia ou reengenharia, por exemplo -, começa a sapatear./ 3) Jamais use pontuação em memorandos ou relatórios (…)”  (Nelson de Oliveira)